02 maio 2007



A coisa é mais estranha do que parecia ontem.
É sempre a mesma treta. Depois da morte e da crise na familia, o efeito apanha-me de forma inesperada. Toma lá e vai pentear macacos. Se não te aguentas, azar. Foi o mentalizar perfeito que me deixa sem sentir no momento e depois... nada consegue justificar a lógica ausente. Bem, voltei hoje para o estúdio e vou continuar a pintar o livro com o Osvaldo. A bd com o Mário vai começar amanhã. O festival de Beja está perto e vai ser fixe. Acho.

2 comentários:

ana disse...

bais a beja?

pepe disse...

yap
bou a beja
bejos