28 maio 2015

Posca & Pepe

Amanhã vou estar em Beja, no festival, a desenhar ao vivo num concerto dos Los Waves.
Patrocionado pela POSCA.

Encontramo-nos amanhã em Beja.

16 abril 2015

TLS WebMag#8

A http://issuu.com/thelisbonstudio/docs/tls_mag8 tem uma bd minha.
Ide ber, ide!!

21 janeiro 2015

O Frankie vem a caminho para os SUSTOS À SEXTA

isto é um detalhe da ilustra
desenhado directamente no photoshop


15 dezembro 2014

Entrevista

Agora não digam que não consigo falar a sério...  no blog do Geraldes Lino.

02 novembro 2014

da parolada, ao palácio

ontem, 01 novembro, foi um dia entre o disfuncionalismo público da câmara municipal que continua a considerar que a bd é Amadora, e o palácio de gente que foi assistir ao visionamento do documentário e à apresentação do livro de tributo ao António Sérgio.

sim, continua a não-lógica da parvoice dos prémios "nacionais" atribuidos pela autarquia "multicultural e com 41 nacionalidades", Amadora. os prémios valem o que valem. tem a importância que cada ego, seja dos artistas ou dos editores, quer atribuir e nos quais se projecta e se reconhece.

não me servem para nada esses prémios.

não lhes reconheço qualquer valor técnico ou artistico.

de novo, e cumprindo a tradição dos Amadores, para além das invejas, rancores e desilusões que alguns  dos envolvidos na criação e produção de bd sentem sempre, cumpriu-se de facto a tradição de atribuir prémios sem sentido. prémio de melhor desenho para o livro do Pedro Massano. muito bem, respeito o senhor, é de facto uma referência histórica, um marco na nossa bd, mas... como se pode julgar como "melhor desenho" um ilustrador clássico [e nesse particular livro, em baixo de forma] em comparação aos novos e contemporâneos André Pereira, Osvaldo Medina, João Sequeira... enfim.

para salvação da minha paz interiror e como oxigénio, sai rápidamente desses prémios e fui para a apresentação do livro tributo ao António Sérgio.

público normal. gente. sala dos espelhos cheio e pessoas ainda a entrar. concertos e visualização do documentário de homenagem ao António Sérgio. o livro, edição limitada a 500 exemplares, vendeu e foi muito apreciado pelo público. assim dá gosto ser editor.

xau.